• MDI News

CPI LAVA TOGA! 27 SENADORES ASSINAM NOVO PEDIDO DE INSTAURAÇÃO!



O sistema de freios e contra pesos voltou a funcionar no Brasil, já que na era PT o Judiciário e o Legislativo decidiam e legislavam, respectivamente, em favor do Executivo.


Seja por oposição o que é questionável, ou isenção o que também é questionável, o sistema voltou a funcionar como temos acompanhado com as decisões do Presidente da República Jair Messias Bolsonaro, Presidente da Câmara dos Deputados e Senado Federal Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre ou Presidente do Supremo Tribunal Federal Dias Toffoli.


Felizmente para cessar essa oposição desenfreada de um dos integrantes desse sistema e para trazer às claras toda a verdade duvidosa do que tem sido feito pelos Guardiões da Constituição, o STF, um grupo de 27 Senadores assinaram nesta quinta-feira, 29 de agosto, um novo pedido de instauração da CPI Lava Toga, que visa o inquérito sobre os Ministros do STF.


Os 27 senadores que assinaram o pedido foram: Major Olimpio(PSL-SP); Juíza Selma Arruda(PSL-MT); Soraya Thronicke(PSL-MS); Alessandro Vieira(CIDA-SE); Eduardo Girão(PODE-CE); Marcos do Val(PODE-ES); Jorge Kajuru(PATRI-GO); Oriovisto Guimarães(PODE-PR); Styvenson Valentim(PODE-RN); Plínio Valério(PSDB-AM); Carlos Viana(PSD-MG); Reguffe(S/P-DF); Leila Barros(PSB-DF); Randolfe Rodrigues(REDE-AP); Lasier Martins(PODE-RS); Álvaro Dias(PODE-PR); Fabiano Contarato(REDE-ES); Esperidão Amin(PP-SC); Jarbas Vasconcelos(MDB-PE); Luis Carlos Heinze(PP-RS); Rodrigo Cunha(PSDB-AL); Arolde de Oliveira(PSD-RJ); Flávio Arns(REDE-PR); Izalci Lucas(PSDB-DF); Jorginho Mello(PL-SC); Maria do Carmo(DEM-SE) e Mara Gabrilli(PSDB-SP).


Segundo a Agência Senado a CPI funciona da seguinte maneira: "Com poderes de investigação próprios das autoridades judiciais, a CPI apura um fato determinado e por prazo certo. A CPI pode ser criada no âmbito de cada uma das Casas, por requerimento de um terço dos respectivos parlamentares, ou do Congresso Nacional, por requerimento de um terço dos senadores e um terço dos deputados. A CPI pode convocar pessoas para depor, ouvir testemunhas, requisitar documentos e determinar diligências, entre outras medidas. Ao final dos trabalhos, a comissão envia à Mesa, para conhecimento do Plenário, relatório e conclusões. O relatório poderá concluir pela apresentação de projeto de lei e, se for o caso, suas conclusões serão remetidas ao Ministério Público, para que promova a responsabilização civil e criminal dos infratores."


Com isso, a sociedade espera de fato que: o Executivo volte a administrar as contas públicas brasileiras com parcimônia e transparência como de fato o Governo Bolsonaro tem feito; o Legislativo crie e revogue as leis que de fato irão beneficiar a sociedade e não apenas o próprio Legislativo ou determinadas classes, como aconteceram nos anos anteriores; e finalmente, o Judiciário, seja de fato o órgão julgador e imparcial que deve ser, sem criar jurisprudências com peso de leis como foram feitas por vezes no passado.


O Movimento Direita Interior, através de Ofício Público parabenizou os senadores envolvidos, segue abaixo na íntegra o ofício:



©2019 by www.mdinews.com.br. Proudly created with Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now