• MDI News

"O BRASIL É UM CONGLOMERADO" CRITICA O SECRETÁRIO ESPECIAL DE DESESTATIZAÇÃO, JOSE SALIM MATTAR.




Na manhã desta segunda-feira, 07 de outubro, o Secretário Especial de Desestatização, Desinvetimento e Mercados, José Salim Mattar, em entrevista à Radio CBN, criticou o legado que os governos anteriores deixaram para o Brasil, afirmando que o Governo Federal virou um conglomerado de empresas estatais, com mais de 600 pessoas jurídicas comandadas ou com participação da União.


Segundo Mattar isso é surpreendente, e o próprio governo não esperava que o tamanho da participação do Brasil em empresas - entre elas estatais e privadas, de forma majoritária ou minoritária - fosse tão grande, e que o Estado Empresário em que chegamos é extremamente maléfico para a economia interna e externa.


O Secretário também afirmou que a meta estipulada pelo Ministro da Economia Paulo Guedes, no início do ano em Davos, era de 20 Bilhões de dólares em privatizações, e que esse objetivo já foi superado em pelo menos 3 Bilhões, com vistas de aumento até o fechamento de 2019.


Importante ressaltar que José Salim defendeu a posição do Presidente da República Jair Messias Bolsonaro: "Nós pela primeira vez temos um presidente que defende a iniciativa privada", disse.


Perguntado sobre a abertura de uma nova estatal, a NAV Brasil, ele afirmou que será importante por conta da segurança nacional e que a Infraero não irá performar suas atividades na mesma área de atuação.

©2019 by www.mdinews.com.br. Proudly created with Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now